Entenda o que aconteceu para que nem todos os fundadores da Tesla ficassem bilionários e como evitar algo parecido com seu negócio.

O que aconteceu?

De acordo com a notícia da Forbes (link), pode-se dizer que os 5 fundadores começaram em total igualdade na empresa.

Como toda empresa, ela precisava crescer, precisava de investimentos.

Com capital disponível Elon Musk foi quem melhor dos investidores e fundadores da Tesla soube aproveitar da situação, e realizou sucessivas aquisições de novas ações da Tesla.

Em última análise, também colocou Musk no caminho para assumir o controle total da Tesla, aumentando constantemente sua participação acionária em uma série de nove rodadas de financiamento antes do IPO da empresa em 2010, cada uma diluindo ainda mais as participações da Eberhard e Tarpenning.

(FORBES)

Logo, quanto mais ações, maior o valor e comando da empresa.

Como evitar algo parecido?

Através de CONTRATOS bem elaborados.

Sim, certamente havia um contrato (ou até vários contratos) entre os fundadores e investidores da Tesla.

Mas podeira ser diferente com o uso de cláusulas adequadas, principalmente aquelas que protegem os acionistas/cotistas minoritários.

A questão sobre diluição da participação acionária permite controles contratuais para sua prevenção.

A legislação, com objetivo de proteger a função social da empresa, permite que hajam esses controles. Tais controles permitem, ao menos, a preferência de aquisições de forma igualitária.

Ainda, estes controles permitiriam, inclusive, que os demais fundadores impedissem a criação veroz de novas ações.

Com este cuidado, não só a riqueza como também o comando da empresa seria melhor distribuído.

Mas, também, é de se avaliar todo o contexto, porque uma cláusula mal redigida poderia ter impedido o crescimento da própria Tesla, com a perda de oportunidades.

Envia esse conteúdo para quem tem uma empresa, para que possa buscar um bom advogado para revisar seus contratos.

Posts Recomendados